Esta web utiliza "cookies" próprias e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Ao navegar ou utilizar os nossos serviços, aceita o uso que fazemos dos " cookies".De toda forma, você pode alterar a configuração de "cookies" a qualquer momento.

/media/filer_public_thumbnails/filer_public/4b/3c/4b3c0d08-36d0-4604-bee1-a3585fd8dcf8/02_sobrepeso_y_obesidad.jpg__1920x630_q85_subsampling-2.jpg

Excesso de peso e obesidade

O excesso de peso e a obesidade são doenças crónicas, tal como estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). São definidos como a acumulação anormal ou excessiva de gordura. As causas que provocam estas doenças variam, mas, entre elas, podemos encontrar o excesso de fornecimento calórico, o sedentarismo, os fatores genéticos e várias doenças que podem afetar o metabolismo.

Como qualquer outra doença, o excesso de peso e a obesidade devem ser tratados por um médico especializado e abordados do ponto de vista de diferentes disciplinas da saúde (médica, dietética, atividade física e psicoemocional), tal como indicado pelos diferentes guias internacionais para o controlo destas doenças.

 

Como se calcula o excesso de peso e a obesidade?

Atualmente, o indicador mais simples e disponível para os profissionais para a medição do excesso de peso e obesidade é o índice de massa corporal (IMC). Para calculá-lo, divide-se o peso em kg pelo quadrado da altura em metros (kg/m2). Considera-se que uma pessoa sofre de excesso de peso quando tem um IMC igual ou superior a 25, e de obesidade quando tem um IMC igual ou superior a 30.

Uma epidemia

Estima-se que 1900 milhões de adultos tenham excesso de peso e, destes, 600 milhões sofram de obesidade. A previsão para o futuro é que estes números apenas aumentem. Segundo cálculos da OMS, em 2030, 89% dos homens e 49% das mulheres terão excesso de peso, o que representa um aumento de 74% e 26%, respetivamente.

Estes números fazem com que o excesso de peso e a obesidade sejam considerados a grande epidemia do século XXI. O seu aumento a nível mundial levou à multiplicação de problemas de saúde tais como o aumento da prevalência de riscos cardiovasculares (enfartes e hipercolesterolemia), da diabetes tipo 2, de vários tipos de cancro e da osteoartrite.

Felizmente, o excesso de peso e a obesidade são doenças que podem ser tratadas e resolvidas. Nesse sentido, o PronoKal Group® tem vindo desde 2004 a investigar e conceber métodos para o seu tratamento e para evitar o seu reaparecimento, razão pela qual somos especialistas nestas patologias.

Contacte-nos

Lisboa
Av. da República, 43
(1050-053)